Dicas para fazer uma equipe remota funcionar e ter produtividade fora do escritório

Quando você pensa em trabalho remoto, o que vem a sua mente? Para alguns, estar sentado em um escritório das 8h30 às 17h30 é a única maneira de tornar o seu dia a dia realmente efetivo.
Inúmeras empresas, no entanto, já reconhecem os benefícios de, ao menos alguns dias por semana, colocarem em prática o trabalho remoto. Outras, trabalham totalmente sem ter uma base física em que todos fiquem juntos. Mais produtividade, equipes globais, equilíbrio com a vida pessoal e, de quebra, evitar a hora do rush no caminho para o trabalho.
Conforme o trabalho remoto vai se tornando parte do tecido de nossas vidas profissionais, precisamos encontrar formas de abraçá-lo e torná-lo melhor. O primeiro passo nesta jornada é lembrar que o trabalho remoto não é só uma questão da sua produtividade individual quando você não está em um escritório: é necessário também descobrir como trabalhar junto como uma equipe remota ou virtual.
Então juntamos algumas dicas para que pessoas e equipes possam aproveitar ao máximo o trabalho remoto.
Dicas para produtividade fora do escritório
Crie algumas fronteiras. Mesmo se você não possui espaço para um escritório em casa, é importante criar um espaço de trabalho dedicado. Se você trabalha no conforto de sua cama, pode ser tentador tirar aquela soneca. (Também pode ser mais difícil dormir quando for a hora certa).
Defina uma rotina. Quando você não precisa perder tempo no trânsito para o trabalho, você ganha de volta um tempo precioso no seu dia. Mas com horas adicionais (e mais flexíveis), você ainda precisa pensar em como estruturar o seu dia. Adotar uma rotina pode deixá-lo mais produtivo e criativo.
Faça intervalos. Pode ser difícil ‘desligar’ quando seu trabalho e sua vida estão acontecendo no mesmo lugar. Mas é importante se lembrar que você pode e deve fazer intervalos. Evite a loucura ao ir para a academia, levar o cachorro para passear ou tomar um cafezinho.
Compartilhe seu status. Não importa se é atualizando seu status na ferramenta de chat ou mandando mensagens, certifique-se de se comunicar com o restante da sua equipe. Se você ficar offline, forneça um contexto sobre o porquê e quando você estará de volta em uma mensagem de ausência.
Transforme o vídeo em um amigo. Pode ser tentador não mostrar o seu rosto (especialmente se você não tirou o pijama ainda) mas quando você puder, experimente fazer reuniões por vídeo em vez de apenas ligações. Interação face a face pode levar a várias pistas não verbais. Sem o vídeo você está perdendo todos esses sinais, e sua chance de construir relacionamentos.
Pense nos fusos horários. Se você possui um colega de trabalho na Europa que está sempre ficando acordado até mais tarde para suas chamadas semanais, ofereça fazer um rodízio do horário de reunião para que você possa compartilhar a inconveniência de trabalhar em fusos diferentes.
Dicas para fazer uma equipe remota funcionar
Defina algumas regras básicas para a comunicação em equipe. Em uma reunião pessoal ou virtual, juntem-se para decidir uma ‘carta da equipe’ para comunicação. Descubra em que situações todos vocês deverão usar videoconferência, ligações telefônicas, chat ou e-mail, e defina uma ordem de preferência. Entre em acordo com relação a algumas regras básicas, como ‘sem cópia oculta nos e-mails’ para que todos tenham uma noção clara do que não fazer. É importante que isso seja um esforço conjunto, com input de toda a equipe (não apenas uma instrução direta do líder).
Mantenha contato com a equipe. Faça reuniões de videoconferência com a equipe inteira se for possível. Veja o rosto de todo mundo e permita um certo tempo para conversas casuais para ajudar a construir os relacionamentos pessoais e os laços da equipe.
Se você é um líder, é necessário guiar, desenvolver e às vezes ter conversas difíceis com as pessoas que você lidera, tudo isso remotamente. Defina reuniões de vídeo regulares e individuais com seus funcionários diretos. Experimente dar feedback dessa forma, em vez de por e-mail, que pode ser mal interpretado.
E contrate bons comunicadores. Ao contratar, geralmente focamos em habilidades específicas, experiência prévia e encaixe cultural. Mas quando você está construindo uma equipe remota, é necessário medir as habilidades virtuais também. O trabalho remoto requer boas habilidades para ouvir, colaborar e se comunicar. Converse com os candidatos da mesma forma que você conversa no trabalho durante o processo de entrevista: pessoalmente, por telefone, usando vídeo e e-mail.

Administradores

Deixe uma resposta